ESPETÁCULOS

AS TRÊS FIANDEIRAS







O espetáculo As Três Fiandeiras nasce da relação entre o tecer e o narrar: da arte de trançar os fios para fazer uma peça de renda e de costurar histórias de vida para fazer uma peça de teatro. A obra gira em torno do desafio de três atrizes, Beatriz (Renata Figueiredo), Isadora (Gisele Vasconcelos) e Isabel (Rosa Ewerton), em transformar um espetáculo, que foi um fiasco de bilheteria, em uma nova produção. Para fazê-lo, elas teriam um curto espaço de tempo e muitos contratempos. A costura entre o fazer teatral e a história pessoal das atrizes é tecida com as linhas das rendeiras, Das Dores, Chica e Zezé. Vida real e ficção se misturam. A história da mãe de Ribamar, rendeira cujo filho foi pescar em alto mar e não retornou, se entrelaça com o desafio das atrizes: é preciso ir buscar o filho desaparecido, assim como é preciso montar um novo espetáculo.
Ficha técnica:
Direção e Dramaturgia: Igor Nascimento
Elenco: Renata Figueiredo, Gisele Vasconcelos e Rosa Ewerton.
Direção Musical e Preparação Vocal: Gustavo Correia
Figurino: Cacau di Aquino
Iluminação: Camila Grimaldi
Cenografia: Ivy Faladeli
Identidade visual: Maurício Vasconcelos
Fotografia: Márcio Vasconcelos
Produção: Grupos Xama Teatro e Petite Mort





MACACO, MACAQUICE, MACACADA!!!

Histórias de macacos, esses bichos “meio gentes” que povoam o imaginário popular com contos recheados de esperteza e picardia. Neste trabalho apresentamos 4 histórias: O macaco e a velha (Domínio Público), O dia em que o macaco enganou a onça (Ricardo Azevedo), A onça e a cabaça (Daniela Schindler) e História do Macaquinho (Bia Bedran).











         A CARROÇA É NOSSA
Tudo começa com um sonho de Pedoca (Lauande Aires), em que vê a si próprio em uma carroça puxada por um burro, cantando, tocando sanfona e sendo feliz. Ao despertar, encontra a carroça, mas não o animal que pudesse puxá-la. Em sua busca pelo burro, encontra Toinha (Gisele Vasconcelos), que sonha por um amor verdadeiro; Joaninha (Cris Campos), que anseia por proteção e Cecé (Renata Figueiredo), cujo sonho é encontrar sua família. Durante a busca, percebem que seus destinos não se cruzaram à toa e que precisam desvendar um enigma que envolve a carroça.


A BESTA FERA: Biografia Cênica de Maria Aragão

O espetáculo A “Besta Fera” é uma peça teatral  que trata da vida da maranhense Maria José Camargo Aragão (1910-1991), conhecida Maria Aragão. Sua história de pobreza extrema em busca da superação da fome, do preconceito, da agressão e na perseguição do sonho de libertar a humanidade, através da conquista de uma profissão, a medicina, Maria Aragão entrega-se, apaixonadamente, às causas sociais, lutando por uma sociedade justa e igualitária.








Comentários

Postagens mais visitadas