Pular para o conteúdo principal

ESPETÁCULOS

AS TRÊS FIANDEIRAS







O espetáculo As Três Fiandeiras nasce da relação entre o tecer e o narrar: da arte de trançar os fios para fazer uma peça de renda e de costurar histórias de vida para fazer uma peça de teatro. A obra gira em torno do desafio de três atrizes, Beatriz (Renata Figueiredo), Isadora (Gisele Vasconcelos) e Isabel (Rosa Ewerton), em transformar um espetáculo, que foi um fiasco de bilheteria, em uma nova produção. Para fazê-lo, elas teriam um curto espaço de tempo e muitos contratempos. A costura entre o fazer teatral e a história pessoal das atrizes é tecida com as linhas das rendeiras, Das Dores, Chica e Zezé. Vida real e ficção se misturam. A história da mãe de Ribamar, rendeira cujo filho foi pescar em alto mar e não retornou, se entrelaça com o desafio das atrizes: é preciso ir buscar o filho desaparecido, assim como é preciso montar um novo espetáculo.
Ficha técnica:
Direção e Dramaturgia: Igor Nascimento
Elenco: Renata Figueiredo, Gisele Vasconcelos e Rosa Ewerton.
Direção Musical e Preparação Vocal: Gustavo Correia
Figurino: Cacau di Aquino
Iluminação: Camila Grimaldi
Cenografia: Ivy Faladeli
Identidade visual: Maurício Vasconcelos
Fotografia: Márcio Vasconcelos
Produção: Grupos Xama Teatro e Petite Mort





MACACO, MACAQUICE, MACACADA!!!

Histórias de macacos, esses bichos “meio gentes” que povoam o imaginário popular com contos recheados de esperteza e picardia. Neste trabalho apresentamos 4 histórias: O macaco e a velha (Domínio Público), O dia em que o macaco enganou a onça (Ricardo Azevedo), A onça e a cabaça (Daniela Schindler) e História do Macaquinho (Bia Bedran).











         A CARROÇA É NOSSA
Tudo começa com um sonho de Pedoca (Lauande Aires), em que vê a si próprio em uma carroça puxada por um burro, cantando, tocando sanfona e sendo feliz. Ao despertar, encontra a carroça, mas não o animal que pudesse puxá-la. Em sua busca pelo burro, encontra Toinha (Gisele Vasconcelos), que sonha por um amor verdadeiro; Joaninha (Cris Campos), que anseia por proteção e Cecé (Renata Figueiredo), cujo sonho é encontrar sua família. Durante a busca, percebem que seus destinos não se cruzaram à toa e que precisam desvendar um enigma que envolve a carroça.


A BESTA FERA: Biografia Cênica de Maria Aragão

O espetáculo A “Besta Fera” é uma peça teatral  que trata da vida da maranhense Maria José Camargo Aragão (1910-1991), conhecida Maria Aragão. Sua história de pobreza extrema em busca da superação da fome, do preconceito, da agressão e na perseguição do sonho de libertar a humanidade, através da conquista de uma profissão, a medicina, Maria Aragão entrega-se, apaixonadamente, às causas sociais, lutando por uma sociedade justa e igualitária.








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A LENDA DO BOI DE SÃO JOÃO

No mês de junho, o Estado do Maranhão se transforma num imenso arraial, são incontáveis os grupos de bumba-meu-boi que saem pra brincar. No som dos instrumentos e na face da cada brincante, podemos perceber o sangue do negro, do índio e do branco, correndo junto e feliz.
E é nesse clima de festa e alegria que a Carroça chega aos arraiais para encantar crianças e adultos, com canções de hoje e de outrora.
O espetáculo-animação “ A Carroça é Nossa” estreou, com a produção e realização da Tapete, Criações Cênicas em junho de 2005, no Tríduo Joanesco da Superintendência de Cultura Popular, realizando no mesmo ano diversas apresentações nos arraiais de São Luís, tendo participando também em Festivais de Teatro no Maranhão e no Ceará.
Em junho de 2009 “A Carroça é Nossa” retorna aos arraiais do nosso Estado com a produção e realização do Grupo Xama Teatro.
E especialmente para vocês recontamos aqui no blog a LENDA DO BOI DE SÃO JOÃO, uma lenda maranhense, recontada por Gisele Vasconcelos no esp…

As Três Fiandeiras: comentários de quem viu!!!

Pra quem ainda não viu ,Vale a Pena ver! Assisti emocionado este espetáculo feito por 3 atrizes maduras e muito bem preparadas. A história é dramática, mas sem ser pessimista ou dolorosa. Um trabalho feito com a leveza e sensibilidade das atrizes e do diretor. o Espetáculo intimista, vem nos arrastando pra dentro da história , fluindo através do olhar ,do corpo e da voz da três mulheres(Renata Figueiredo,Rosa Ewerton e Gisele Vasconcelos) que como as Parcas seguem tecendo ,medindo e cortando o fio da existência. Parabéns , Xama Teatro, pela tessitura da arte! Isto se Chama TEATRO! (Urias de Oliveira, 22/04/2015)



As três fiandeiras! Num espaço rio enredamos as histórias do percurso do mar! Arquétipos da vida que nos leva, entre o fim e um novo início, a nos desafiar, a nos encantar, a nos redescobrir, a nos transformar e então enxergar o povir! Lembrei "O Cavaleiro do Destino". Ainda fica na memória a nau que eu construí: furta-cor com escamas de sereias e velas tecidas com s…

PASSEIOS PELA HISTÓRIA E CULTURA DO MARANHÃO

A partir de março, o Grupo Xama Teatro terá a honra de participar do projeto Passeios pela história e cultura do Maranhão, do escritor Wilson Marques.
Para quem já conhece, trata-se do velho e camarada Touchê, persoangem criado pelo escritor Wilson Marques, agora em grande estilo. Ele chega dentro de uma caixa cheia de suas aventuras, todas voltadas para a história e as tradições culturais maranhenses. Os livros foram todos ilustrados por Kirlley Velôso.
A caixa integra o projeto Passeios pela História e Cultura do Maranhãoque reúne seis livros do autor, e será lançado dia 12 de março (quinta-feira), no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, na Praia Grande. O evento contará com apresentação do grupo Xama Teatro, inspirada no trabalho do escritor.
Foram produzidas 5 mil caixas personalizadas que serão doadas para os Faróis da Educação e escolas comunitárias de São Luís. O objetivo é enriquecer o acervo dessas instituições, promover o incentivo à leitura entre crianças e adolescente…